SORTEIO blog Com Batom e Tudo


Oi meninas *-* vim trazer para vocês um sorteio de uma maleta belíssima.
no blog Com Batom e Tudo.
Gente estou apaixonada pela maleta e quero para mim

Querem participar também, cliquem na imagem e vá direto para o link do sorteio. Boa sorte para nós rs



Aqui vai mais duas fotos da maleta 




Espero que tenham gostado :)
Beijos :*

Top 5 : Filmes que eu gosto!

Oi meninas tudo bem ?? Hoje trouxe para vocês os 5 filmes que mais gosto e que eu vejo várias vezes rs *--* . Não vou resenhar sobre eles, pois creio que a maioria vocês já viram ou ouviram falar.

1) Harry Potter
Eu gosto de todos, então não tem como eu dizer meu preferido :D



2) Saga Crepúsculo
Também gosto de todos. E é o que eu mais vejo, já sei até algumas falas kk'



3) Um Olhar do Paraíso
A história é muito triste, a primeira vez que assisti chorei que nem boba. mas adoro esse filme.



4) Diário de uma paixão
Ai qual garota não gosta desse filme? Ainda mais meninas bobas e apaixonadas como eu rs :3



5) Legalmente Loira
Filme top, porque é tudo muito rosa e feminino kk'




É isso meninas, espero que tenham gostado :)
Beijinhos :*
Oi, oi, oi, oi! Olha quem voltou rsrs

Vim mostrar a vocês minhas unhas da semana. Não ta lá grande coisa, mas mesmo assim "tô" usando :D





Gostaram da montagem ?? Desculpem a imagem péssima !! 

Foi usado o esmalte Derma Nail Colors Rock no indicador e anelar, e o Derma Nail Colors Effect nas demais!




Espero que tenham gostado!!
Beijos e até a próxima :*

Resenha: 3096 dia Natasha Kampusch





Título: 3096 Dias
Gênero: Biografia
Autor: Natascha Kampusch
Ano: 2011
Número de páginas: em pdf 663

Sinopse: Em 2 de Março de 1998 Natascha, após uma briga com a sua mãe na noite anterior, resolveu ir sozinha para a escola sem ao menos se despedir de sua mãe. O que ela não esperava, é que não fosse voltar para casa tão cedo, e sim somente 8 anos e meio depois. Aos 10 anos ela foi sequestrada no caminho da escola e ficou presa em cativeiro até os 18 anos, quando finalmente conseguiu fugir. Neste livro ela relata como foram estes anos.

Natascha Kampusch era uma criança comum olhando de fora da sua vida, mas quando nos aprofundamos vemos que não é bem assim. Fora criada para ser uma mulher forte, sua mãe sempre a dizia que "um índio não sabe o que é dor", então ela não podia ser "mole" em relação as coisas que lhe acontecia.
Seus pais se separaram quando ainda era pequena, e isso causara um turbilhão de emoções em sua cabeça de criança, pensando muitas vezes que foi excluída e que não fazia parte daquele ambiente.
Aos 10 anos Natascha foi sequestrada, e o que mais doía nela era o fato de ter saído sem se despedir de sua mãe. E foi com o ensinamento dela e o amor pela vida que Natasha pode sobreviver.
Mesmo sendo muito jovem, Natascha formulou várias estratégias para saber lhe dar com seu sequestrador e foi graças a isso que suportou-o por tantos anos. Ela via nele um adulto cujo o qual tinha lhe tirado a liberdade, mas que dependia dele para sobreviver. 
Foi humilhada, escravizada, abusada, mas ainda assim o via como um ser humano que precisava de ajuda, porém sabia que ele era um criminoso e precisava pagar por esse crime. 
Natasha sempre teve em sua mente, antes mesmo de ser sequestrada, que aos 18 anos seria independente e isso não mudou no cativeiro. Aos 18 anos Natascha reuniu forças e depois de algumas oportunidades que teve para fugir, na ultima ela conseguiu. (Eu iria contar todas essas oportunidades, mais achei melhor vocês ficarem querendo saber e ler o livro :) rs )


Natascha me ensinou que Deus nos prepara para tudo e nos dá força em todas as circunstancias. Não to dizendo que Deus quis o mal de Natascha, que queria que fosse brutalmente violentada e escravizada, mas Ele a ajudou e lhe deu força e inteligencia, que uma criança de 10 anos não tem, para sobreviver.


Espero que tenham gostado da minha primeira resenha, prometo melhorar! *--*
beijos e até a próxima :*


Inspirações *-*

Oi meninas tudo bem ??
Aqui vai algumas unhas que minha mãe fez em mim tem um tempinho.
São lindas e eu adorei exibi-las por aí.

 

Essa primeira tem um all star na filha única. Ai que saudades da minha unha desse tamanho.
Mais em fim, eu não lembro quais esmaltes foram usados =\ mais adorei ela.



Essa amarela linda foi uma semana que estava afim de mudar, porque quando não uso rosa uso vermelho e quando não é vermelho é rosa rsrs
A filha única foi muito trabalhosa, mais valeu a pena, ficou linda!!



A um tempo atras esse estilo de unha estava muito na moda, e pedi para minha mãe fazer em mim. Eu adorei e logo eu que sou louca por azul *---*



Lindas né?
Qual você mais gostou??
Deixem seus comentários. :* Beijos e até a próxima!!

Satisfação


Oi meninas tudo bem ?? Comigo estar tudo ótimo. Sei que estou em falta com o blog, mais como comentei no ultimo post, eu estou terminando o estagio de Fundamentos em Enfermagem que tem sugado minhas energias :(Apesar de ser bem tranquilo esse é meu primeiro contato com o trabalho em ambiente hospitalar, espero que entendam :)Logo estarei de volta e postarei para vocês. Beijooos!! :*

A Enfermagem na minha vida



Oi meninas?! Como eu já disse aqui, faço curso técnico em enfermagem. E decidi vir aqui para expressar meu amor por essa área. 
Ainda estou praticamente na metade do meu curso, terminando meu primeiro estágio e estou amando de paixão essa área que por diversas vezes é tão agredida com palavras.
Bem, estou fazendo estágio de Fundamentos, e estou adorando esse primeiro contato com uma equipe de enfermagem, com paciente e etc. 
Nesse estágio vi que a enfermagem é uma área mal remunerada, por muitas vezes cuida de pessoas mal agradecidas, e em diversos lugares tem uma péssima condições de trabalho. Mas apesar de todos esses pontos ruins, eu não desisto, pois a recompensa maior é ver o sorriso do paciente saindo do hospital agradecido (alguns), curado, bem cuidados.
Nossa!! Quantas vezes, nesse pouco tempo de estágio, já xingaram minha mãe (tadinha, estava em casa dormindo), mas eu sempre peço para Deus abençoar essas pessoas, e continuo meu serviço.
Ah gente! Os idosos são ótimas pessoas, eles são tão agradecidos, adoram conversar e sabem recompensar quem faz seu trabalho com carinho e amor, amo quando eles saem e dizem: "Obrigado (a) minha filha, boa noite!" ou "Bom plantão!"

É isso meninas, amo o que faço







*Obs: Imagens retiradas da internet.




Obrigada por ler, volte sempre :*